Como saber se a bateria do carro está ruim?


Levantou cedo para trabalhar, virou a chave e seu carro não pegou? O que fazer nessa hora? Saiba que a bateria descarregada é um dos motivos mais comuns para o seu automóvel não pegar. Mas como saber se a bateria do carro está ruim? Bom, essa é uma pergunta que muitos motoristas já se fizeram, principalmente os iniciantes.

Mas não precisa se preocupar, nós da Moura vamos te ajudar a entender tudo sobre o assunto, basta continuar com a leitura!

Como saber se a bateria do carro está ruim?

Veja, a seguir, alguns dos principais sintomas de que sua bateria vai te deixar na mão:

Bateria descarregando com frequência

Sua bateria tem descarregado frequentemente? Logo cedo, nem pensar? Se este é o caso, acenda o sinal de alerta. Um detalhe importante é observar se a peça é antiga e, se for, troque-a. Já se ela estiver na garantia, leve-a no vendedor autorizado mais próximo.

Exalando um cheiro forte

Outra dica é observar se a bateria está com um cheiro forte, pois isso significa que ela está fervendo e que você precisa substituí-la para evitar problemas com o alternador.

Observe os polos

Outra dica útil é observar os polos: uma bateria pode apresentar zinabre. No entanto, este também pode ser um alerta de que a sua bateria está no final da vida útil.

Entretanto, para confirmar de fato o diagnóstico você precisa considerar o tempo de uso da peça, o quanto utiliza os dispositivos elétricos do seu carro e, claro, a qualidade da bateria.

Testando a bateria

Se você quer aprender a como saber se a bateria do carro está ruim, conheça o teste de bateria. O procedimento avalia o funcionamento da peça e garante que a melhor solução será tomada. Assim, você evita problemas desagradáveis e gasta menos com a manutenção do seu automóvel.

Cheque a tensão da peça

Com o auxílio do multímetro, o técnico poderá fazer o teste da bateria adequadamente, este aparelho checa a tensão da peça e mostra o nível de carga da bateria. Além disso, é possível que antes de começar a medir o técnico tenha como saber se a bateria do carro está ruim de fato, apenas usando sua experiência profissional.

Conecte o equipamento nos polos

O cabo preto do multímetro deve ser conectado no polo negativo da bateria e o vermelho no polo positivo. O leitor do multímetro pode variar de caso para caso, mas ele geralmente mostra entre 12,3V e 12,8V com a bateria carregada em repouso, ou seja, com o carro desligado.

Se o leitor mostrar 12,2V ou menos, significa que sua bateria está descarregada e que você vai precisar trocá-la.

Dê a partida

Espere, porque o teste ainda não acabou. Para finalizar o teste de como saber se a bateria do carro está ruim, o técnico irá pedir para alguém dar a partida no automóvel. Continue de olho no visor do multímetro, uma bateria boa segura a carga e não permite que a voltagem caia para menos de 9V.

Para você ter ideia, uma bateria sem condições de uso geralmente tem sua voltagem derrubada para algo em torno de 5V ou até mesmo para 0V.

O que fazer para aumentar a durabilidade da bateria?

Conheça boas práticas para aumentar a vida útil da sua peça:

Desligue tudo para dar a partida

Você sabia que quando ocorre a partida no automóvel, muita energia está sendo gasta? Logo, deixar o rádio ou qualquer outro tipo de componente eletrônico ligado e girar a chave de ignição, reduz a durabilidade da bateria. Portanto, use os dispositivos eletrônicos apenas com o carro ligado.

Ande com o automóvel

Ficar com um automóvel parado por muito pode gerar consequências: a bateria pode descarregar ou sofrer sulfatação. É importante para a rotina de um veículo que ele circule com alguma frequência e, caso isso não seja possível, é essencial que seu motor seja ligado diariamente por alguns minutos.

Mantenha a bateria segura e apertada

É importante manter a bateria encaixada e evitar que os parafusos fiquem soltos, pois dentre outros problemas isso pode causar um curto circuito. Portanto, se a peça estiver solta você provavelmente terá problemas com a sua segurança e dos demais passageiros.

Sendo assim, nossa dica aqui de como saber se a bateria do carro está ruim é checar regularmente se os cabos funcionam e se a peça está realmente firme no compartimento do carro.

Fique atento à corrosão

Fique atento à corrosão nos polos da bateria. O interior da peça é composto por ácidos fortes que, de acordo com as condições ambientais e climáticas, faz com que seus terminais sofram com a corrosão com o passar do tempo e prejudiquem o processo de carregamento.

Para combater a ferrugem nos polos da bateria, use água com gás e uma escovinha de aço.

Evite acessórios de segunda linha

Muitas pessoas gostam de dar mais personalidade ao automóvel. No entanto, evite instalar acessórios de segunda linha, ou seja, que não sejam originais e confiáveis. Este alerta é por causa da complexidade dos sistemas elétricos da atualidade, já que a amperagem da bateria pode não suportar e prejudicar o funcionamento do veículo.

Quais os perigos de rodar com uma bateria ruim?

Não descuide ao considerar os seguintes aspectos:

Ficar no meio do caminho

O primeiro problema de rodar com uma bateria ruim é ficar no meio do caminho. Imagine a cena: vem o final do ano, você sai para comemorar as festas em família e o carro para de ligar. Como encontrar um bom técnico em uma hora dessas e que possa te atender? Isso seria muito difícil, não é mesmo? Portanto, para evitar essa tremenda dor de cabeça, fique sempre atento às várias formas de como saber se a bateria do carro está ruim e não ande com a peça estragada.

Ter prejuízos com o alternador

Andar com a bateria ruim pode te dar muitos prejuízos financeiros e entre os mais importantes e caros, estão os problemas com o alternador do automóvel. Dependendo do modelo do seu carro, um alternador pode custar mais de R$ 1.000,00, sabia? E é claro que ninguém quer esse prejuízo.

Danificar os dispositivos eletrônicos do automóvel

Um carro pode ter mais de vinte módulos, sendo que cada um tem sua própria memória interna que, por sua vez, guarda todas as informações do seu respectivo sistema. Quando a bateria é desconectada de seus cabos, há perdas que podem gerar algumas dores de cabeça, como um eventual bloqueio do sistema de injeção eletrônica.


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square