Veja como é calculado o IPVA do seu veículo.



Muitos motoristas ficam em dúvida sobre como é calculado o IPVA. Então, hoje o WM1 vai explicar o cálculo deste tributo obrigatório que chega para te dar as "boas vindas" todo começo de ano. Tudo para que você se programe com antecedência e não corra o risco de atrasar o pagamento.

Antes de tudo, o que é IPVA?

O Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), como o próprio nome já diz, é o tributo que todos os responsáveis por veículos terrestres devem pagar anualmente. Deste valor, os estados ou o Distrito Federal ficam com 50%, e os municípios em que os veículos foram registrados com a outra metade.

Por ser válido apenas para veículos terrestres (carros, motos, caminhões, ônibus, etc.), o IPVA não é cobrado para donos de veículos aquáticos ou aéreos. Agora que você já sabe o que é IPVA, hora de entender como ele é cobrado.

Como é feito o cálculo do IPVA?

O cálculo do IPVA é feito da seguinte forma: é utilizado como base o valor venal do veículo na Tabela FIPE e, a partir dele, é multiplicado pela alíquota, que vai variar de estado para estado. De maneira geral, na região Sudeste estão as maiores alíquotas do imposto e, consequentemente, o IPVA costuma ser mais caro.

Portanto, se você quiser saber como descobrir o valor do IPVA do seu carro, o primeiro passo é conferir qual o valor do veículo na Tabela FIPE. Lembre-se de não só preencher o veículo, mas selecionar com modelo, versão e ano.

Com o valor do carro anotado, hora de descobrir qual é a alíquota do seu estado. Como o IPVA é um imposto de responsabilidade estadual, não existe um valor único para todo o país. Além disso, diferentes categorias de veículos vão ter alíquotas diferentes. Descubra o valor do imposto no seu estado.


IPVA 2020 em São Paulo

Em São Paulo, veículos de carga como caminhões pagam o menor valor do IPVA em 2020, uma alíquota de 1,5%. No valor de 2% vão entrar outros tipos, são eles: ônibus e micro-ônibus; caminhonetes de cabine simples; motocicletas, ciclomotores, motonetas, triciclos e quadriciclos; máquinas de terraplenagem, empilhadeiras, guindastes, locomotivas, tratores e similares.

Veículos com motores a etanol, gás natural veicular (GNV) e elétricos ou híbridos, o imposto cobrado é de 3% para os veículos com nova fiscal emitida até 15 de janeiro de 2021.

Por fim, a categoria que abrange o maior número de veículos (modelos flex), é cobrado a taxa mais alta do imposto, 4%. Entre as formas de pagamento do IPVA, os proprietários podem realizar por bancos, casas lotéricas ou postos de atendimento autorizados.

Para onde vai o dinheiro arrecadado do IPVA?

Muitas pessoas querem entender qual o destino do montante arrecadado. No caso do dinheiro arrecadado com o pagamento do IPVA, independentemente do estado, 40% é retido pelo governo estadual, outros 40% vão para o município em que o veículo foi registrado e, por fim, os 20% que resta é destinado ao Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica).

Isenção do IPVA

Existem regras de isenção do IPVA, mas elas não são as mesmas para todos os estados. De maneira geral, é comum que carros com mais de 20 anos de fabricação não paguem mais o imposto — porém, em Alagoas, a isenção é válida para veículos com mais de 15 anos.

Proprietários de veículos que se enquadram como PcD (pessoa com deficiência física) também são isentos deste e de outros tributos. Além deles, micro-ônibus e ônibus urbanos, taxistas, veículos oficiais e de entidades sem fins lucrativos se enquadram na isenção do IPVA.


Por: WebMotors

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square