Veja 10 vícios que prejudicam o motor do carro


Os motoristas mais desatentos ou até mesmo com hábitos considerados “comuns” durante a condução de um automóvel podem estar dirigindo de forma a prejudicar (e muito) o funcionamento do motor do veículo.

Se você costuma dirigir com o pé “descansando” sob o pedal de embreagem, com o tanque de combustível sempre na reserva, descendo as ladeiras sempre no ponto morto (ou neutro) ou se acelera o carro antes de ligá-lo, saiba que você provavelmente faz parte dessa parcela de motoristas com vícios indevidos.

Alguns hábitos, ou vícios, de motoristas de antigamente hoje não são mais necessários e, se você os tiver, vai acabar estragando o seu carro sem saber.

Separamos abaixo 10 vícios que afetam o motor do carro. Confira quais são eles:

Vícios que estragam o carro

1) Ao dirigir, deixar o motor funcionar em rotações muito baixas ou muito altas, por usar a marcha errada, como andar em quinta marcha a 20 km/h dentro da cidade ou a 100 km/h em terceira.

Cada velocidade tem a marcha adequada, por isso, consulte o manual do proprietário do seu carro para saber quais são as melhores velocidades para cada troca de marcha, além de entender qual marcha usar dentro da cidade ou em grandes avenidas.

2) Acelerar demais sem necessidade, com o carro frio ou quente. Quando ligam o carro pela primeira vez no dia, muitos acham que é necessário ficar acelerando como um piloto de Fórmula 1 para esquentar o motor mais rápido, mas isso é desnecessário e pode até mesmo estragar o motor.

3) Ultrapassar o limite de passageiros ou o peso que seu carro suporta. Esse hábito desgasta mais rapidamente o motor e a suspensão, por isso, nada de ficar espremendo seis ou sete pessoas dentro de um carro feito para carregar até cinco.

Além do prejuízo para o próprio automóvel, você terá um prejuízo no bolso, pois esse hábito pode lhe render uma multa. Em caso de acidente, fatalidades podem acontecer, já que nem todo mundo vai estar com o cinto de segurança, não é mesmo?

Um último detalhe é ter cuidado na hora de colocar algo muito pesado no porta-malas ou na caçamba do seu carro, pois isso pode danificar a estrutura do veículo de maneira permanente.

4) Quando você liga o carro, não existe necessidade de deixar ele esquentando, como se fazia com os carros carburados. Deixe que o motor esquente com o carro em movimento.

Aliás, até mesmo carros carburados não precisam de aquecimento, em dias que não estejam muito frios. Basta puxar o afogador e sair andando normalmente.

5) Descer ladeiras com o carro em ponto morto. Isso força muito mais o sistema de freios, por isso prefira usar o freio motor em conjunto com os freios, deixando a marcha engatada e apenas tirando o pé do acelerador.

Esse hábito ainda tem a vantagem de lhe trazer economia de combustível, pois o sistema de injeção eletrônica vai cortar completamente o fornecimento de combustível assim que detectar que você tirou o pé do acelerador. Já em ponto morto, o motor continua usando combustível, mesmo que pouco.

6) Deixar o pé em cima da embreagem enquanto dirige. Isso vai desgastar a embreagem muito mais rápido, pois ela estará levemente desacoplada. Pisar na embreagem é algo que deve ser feito somente na hora de trocar de uma marcha para outra.

7) Quando você estiver parado em um semáforo em uma subida, não fique segurando o carro, com ele engatado, na embreagem e no acelerador. Isso também desgasta demais a embreagem.

Esse jogo de pedais entre embreagem e acelerador deve ser feito somente na hora de arrancar com o carro normalmente. Se precisar ficar com o carro parado, freie e depois saia normalmente.

Para ter uma ideia de como isso acaba com a embreagem, pergunte para alguém que trabalha em uma auto escola a cada quantos quilômetros eles trocam a embreagem dos carros usados para dar aula para os alunos, que estão sempre fazendo aquelas provas de morro!

8) Acelerar o carro antes de desligá-lo vai fazer com que fique gasolina dentro do catalisador, estragando a peça quando você der a próxima partida. Na hora de desligar o carro, apenas gire a chave sem acelerar.

Esse hábito de acelerar antes de desligar existia na época dos carros carburados, que saíram do mercado há mais de 20 anos. Neste caso, poderia existir um benefício fazendo com que a partida não ficasse difícil no dia seguinte.

9) Não coloque óleo além do nível necessário. Se você colocar mais óleo no motor, esse excesso vai sujar as velas e atrapalhar o processo de queima de combustível. O óleo deve ficar no nível exato indicado pelo fabricante, nem abaixo nem acima.

É claro que o baixo nível de óleo vai prejudicar mais o motor do que nível alto, mas o nível alto também estraga o conjunto mecânico do seu carro.

10) Andar com o tanque de combustível na reserva. Este é um hábito um tanto quanto frequente entre diversos condutores, mas que pode prejudicar bastante o motor do carro.

Rodar frequentemente com o tanque de combustível na reserva pode provocar o entupimento dos bicos de injeção ou a sobrecarga prematura do filtro de combustível. Isso acontece, pois, o combustível que fica no fundo do tanque acaba acumulando impurezas, que podem ser puxadas pela bomba de combustível e entupir os componentes do conjunto.

Além disso, a bomba de combustível também pode queimar por superaquecimento, caso este vício seja frequente. Ela fica alojada dentro do tanque de combustível e troca o calor gerado por seu funcionamento com o próprio combustível.

Com o nível de combustível muito baixo, não há parte desta troca de calor, superaquecendo a bomba e podendo queimar o componente.

Conclusão

Nós realmente somos criaturas de hábitos, mas não custa nada rever nossa maneira de dirigir de tempos em tempos para ter certeza que não estamos fazendo nada para prejudicar o veículo.

Além disso, fique sempre atento ao manual de instruções, pois ele traz informações atualizadas sobre o funcionamento de seu carro, inclusive algumas coisas que você talvez não saiba.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square