Como a velocidade máxima é limitada eletronicamente em um carro?

Há várias razões para limitar a velocidade, que vai de legislação a restrição dinâmica

A máxima do Captiva V6 era limitada a 160 km/h (Divulgação/Chevrolet)

É simples: usa-se a injeção eletrônica. Há várias razões para limitar a velocidade, que vai de legislação (para atender a leis locais) a restrição dinâmica, como o antigo Chevrolet Captiva.

Apesar de ter um V6 de 261 cv, o SUV de suspensão macia e centro de gravidade alto tinha uma máxima de 160 km/h.

Pode haver também impedimentos técnicos, como no Bugatti Veyron e Chiron. Ambos os hiperesportivos são capazes de ir além da velocidade máxima oficial, mas isso sobrecarregaria seus pneus feitos sob medida.

Como há muito tempo os carros usam acelerador eletrônico, a injeção simplesmente interrompe a aceleração no ponto predeterminado pela fabricante, permitindo a passagem de ar e combustível apenas para manter a velocidade máxima limitada.

250 km/h

Um acordo de cavalheiros entre a maioria das montadoras alemãs e o governo local também fez com que a esmagadora maioria dos esportivos da Audi, BMW, Mercedes e Volkswagen não ultrapassasse os 250 km/h.

O limite seria uma contrapartida das empresas à manutenção de diversos trechos de autoestrada (autobahn, em alemão) sem qualquer restrição de velocidade.

Com a chegada de modelos cada vez mais potentes e a concorrência da Porsche, que nunca aderiu ao acordo, porém, as marcas gradualmente vêm alterando o limite de seus veículos.

A estratégia de empresas como Mercedes e BMW é aumentar (por um custo adicional) a velocidade máxima para 280 km/h ou 300 km/h, dependendo do veículo.

Por: Quatro Rodas

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

Deltabat Baterias

 

Loja 1

Av. Dr Alberto Sarmento, 772

Bonfim - Campinas - SP

Tel (19) 3243-3746

Loja 2

Rua Plínio Pereira Neves, 155

Vila Marieta - Campinas - SP

Tel (19) 3236-2516